quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Medo eu tenho é de gente!

Ontem minha mãe veio me contar que sentiu alguém mexendo no pé dela enquanto ela dormia. Achei engraçado ela dizer que ficou morrendo de medo e durinha embaixo das cobertas. Muitas pessoas que conheço morrem de medo de espíritos, algumas os denominam de almas penadas, bichão e até de defunto, como a minha vó. Alguns não podem nem ouvir falar em histórias de espíritos que já tremem nas bases. Eu confesso que acho esse medo muito bobo. Não porque eu sou espírita, mas pela lógica.

Medo eu tenho é de gente viva. De gente que fica na porta da casa dos outros com uma arma na mão só esperando pra dar o golpe. Medo eu tenho é de sequestrador, de estuprador, de terrorista, de tanta gente ruim que tem por aí, que não deixa a gente viver em paz. Às vezes eu me pego olhando pros lados com medo de um bandido qualquer aparecer. Medo eu tenho dos vilões desse mundo que são iguazinhos aos das novelas. Os psicopatas estão por toda parte e estes sim, podem nos prejudicar.

O que um espírito, por pior que ele seja, pode fazer de mal para alguém? Ele vai te bater? Te matar? Te humilhar? O máximo que ele pode fazer é umas caretas feias... Lógico que existem os casos de obssesão, mas que só acontecem com aqueles que não cultivam bons pensamentos e que não têm boas atitudes. Pessoas que rezam, que têm fé, não precisam se preocupar com as almas de outro mundo, mas sim com gente viva, de carne e osso.

O mundo está tão violento que a gente acaba vivendo desconfiado, com medo de dizer o nome ao telefone, com medo de estacionar o carro na rua, com medo de chegar em casa a qualquer hora do dia, conversar com um estranho, de colocar uma foto na internet, de conversar com um vizinho. Os psicopatas, como mostrou a novela da globo, se fingem de bonzinhos pra poder dar o bote. O novo colega ou um funcionário, que às vezes faz tudo para você, pode estar querendo seu emprego, seu namorado e tudo que você tem.

Levar um fora é motivo pra pegar a arma e matar. Foi o que fez uma mulher essa semana com um fisioterapeuta em Goiânia. Casos como esses são tão comuns! Pessoas que desaparecem como num passe de mágica... Os ladrões frios agora não se satisfazem mais com assaltos a banco, casas e comércio, agora a onda é invadir prédios. Pessoas que pegam carros bêbadas, drogadas e saem pela ruas como loucos. Isso sim dá medo.

Se algum espírito quiser fazer cosquinha no meu pé eu não me importo, porque sei que pode ser apenas uma brincadeira ou alguém que resolveu me visitar e a última coisa que vai fazer é alguma maldade comigo.

3 comentários:

  1. Alexandre Mendonça25 de setembro de 2009 14:00

    É né?

    deixa uma alma penada aparecer p/ vc...vai mudar de opinião na hora...

    ahhhhh...e se aparecer p/ vc, por favor, NAO me conte!

    ResponderExcluir
  2. Cams!
    Hmm,eu não concordo com você - acho que as pessoas que menos ligam pra religião são as que menos se preocupam com estas coisas do mundo invisível!
    Tá precisando colocar mais matérias aqui!!
    --N

    ResponderExcluir
  3. Oi linda, gostei muito desse texto. Também tenho um blog e espero sua visitinha. amandabarretojornalista.blogspot.com;

    Beijobeijo. Amanda Barreto.

    ResponderExcluir