quarta-feira, 27 de maio de 2009

Cabeças no congelador


Eu sempre achei algumas atitudes do meu irmão mais novo meio esquisitas, mas ontem, depois de um pedido que ele me fez, eu tive certeza que ele e mais um monte de gente são realmente muito estranhos. Ele veio com a máquina fotográfica na mão e me pediu para tirar uma foto dele com a cabeça dentro do congelador. Eu achei que ele estava brincando comigo e fiquei rindo. Mas ele estava falando sério e eu acabei tirando as fotos. Acho até que teve uma hora que ele exagerou um pouquinho e enfiou muito a cabeça lá dentro, aí pensei que talvez ele poderia estar estressado, com a "cabeça quente", hehehe. Depois do favor concedido ele me explicou que essa foto faz parte de uma nova moda na internet. Se você digitar o número 241543903 no Google, irá encontrar centenas imagens de pessoas de vários países com a cabeça dentro na geladeira. Os adeptos a cabeças frias devem postar as fotos nos sites Flickr e no Twitter e marcar o arquivo com o tal número, para que elas apareçam no Google. A bizarrice foi criada pelo artista californiano David Horvitz, que publicou a primeira foto no Flickr no dia 9 de abril. No dia seguinte, Horvitz divulgou a tal corrente em seu blog: "Tire uma foto de sua cabeça dentro do freezer. Publique a foto na internet. Marque o arquivo com o número 24154903. A ideia é que se você procurar por essa etiqueta críptica, todas as fotos de cabeças no freezer vão aparecer. Eu acabei de publicar uma". A "seita" passou despercebida até o dia 24 de baril, quando duzentas imagens foram parar na rede. Eu continuo achando muito estranho. Resolvi colocar uma pequena entrevista com o meu caríssimo irmão, Bruno:

Camila - Como você soube da nova moda?
Bruno - Um amigo meu me falou. Ele também tirou a foto.

Camila - Você resolveu aderir porque é uma moda?
Bruno - Não. Fiz porque achei legal.

Camila - Você já achou sua foto no Google?
Bruno - Não, porque não tenho Twitter e nem Flickr.

Camila - Então, pra quê você tirou essa foto?
Bruno - Coloquei no Orkut, pros meus amigos poderem ver.

Camila - Qual é a sensação de enfiar a cabeça no congelador?
Bruno - É gelado.

Camila - Qual a sua opinião sobre o cara que inventou isso?
Bruno - Ele é um à toa.

Camila - E você é o quê?
Bruno - Sou um médio à toa. Não inventei o movimento, só aderi a ele.

Camila - Você nem sequer imaginou o por quê disso?
Bruno - Não parei pra pensar. Mas não achei bizarro.

Esse é o meu irmão, doido por internet. E bota doido nisso.

9 comentários:

  1. Irmãos... POrque eles sempre são tão doidinhos... Se o meu fizesse o mesmo não iria me surpreender

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkk....o melhor de tudo eh a entrevista. os dois muito inspirados....depois tira uma foto minha?...kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Alexandre Mendonça28 de maio de 2009 07:26

    Meu Deus!!!

    Para o mundo q eu quero descer!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Sou o pai dessas duas pobres crianças. Sempre me esforcei para proporcionar a eles o melhor que poderia doar, principalmente educação, exemplos e orientações. Estou realmente pasmo com as atitudes desorientadas de ambos: um que adere a uma maluquice da internet e a outra, idade de tia, muito mais eslarecidade resolve publicar. Lamentável, mas falhei na minha missão paterna......

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkkkkkkk. tem doido pra tudo. até pra tirar foto com a cabeça no congelador...

    ResponderExcluir
  6. por favor qual o endereço da residencia deste individuo????

    Nos do Instituto Espírita Batuira de Saude Mental nao podemos deixar um cidadao deste conviver livremente em nossa sociedade..

    É nosso dever, tirar estes doentes de circulação...

    a autora da foto tb ganhará uma vaga em nossas dependencias...será q o quarto Inimigos de FREUD estaria de bom tamanho para seu irmão, Camila?


    grato

    Instituto Espírita Batuira da Saude Mental

    ResponderExcluir
  7. Camila, você tem blog! Hahahaha, adorei essa entrevista! Mariana me contou que você vem pra cá. Vamos nos encontrar!

    ResponderExcluir
  8. O Bruno me surpreende a cada dia que passa!!!
    Entendo a dor profunda do seu pai...
    É incrivel como a inimputabilidade de alguns seres não é logo de cara declarada!!!!
    Que Deus abençoe o moço da foto e a moça que aceitou tirar a foto!!!

    ResponderExcluir